A maioria dos angolanos avalia negativamente o desempenho económico do governo

Macroeconomics and markets

A grande maioria dos angolanos considera que o governo está a ter um péssimo desempenho na criação de empregos, na melhoria da condição de vida dos pobres e na gestão de outros assuntos macroeconómicos, de acordo com os dados da recente pesquisa de opinião do Afrobarometer.

Mais de três quartos dos angolanos dá nota bastante negativa ao desempenho do governo na manutenção da estabilidade dos preços. Os residentes das províncias de Luanda e de Cabinda são os mais críticos na avaliação do desempenho macroeconómico do governo.

Estas avaliações bastante negativas que os angolanos fazem sobre o desempenho macroeconómico do governo revelam também os desafios que o país enfrenta para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS) Nº 8 (“Trabalho decente e crescimento económico”) e Nº 10 (“Redução das desigualdades”).

English version